Qual o melhor planner?

Oi pessoal!

Hoje vou falar sobre uma das perguntas que eu mais recebo no instagram: qual o melhor planner? E a resposta, como você deve esperar, é depende.

Depende do seu objetivo, da sua rotina e da finalidade do planner. Nesse post eu vou mostrar um pouquinho sobre os planners que eu tenho e ao final você escolhe qual o melhor para você =)

Então vamos lá!

1- Erin Condren ou Recollection: essas são marcas americanas, mas existem opções nacionais de planner com espiral, como Evertop ou Paperview. O Erin Condren é o planner queridinho das americanas rsrs, mas não é o meu favorito. Ele é bom pelo tamanho pois é possível escrever seus compromissos e ainda sobra espaço para colocar stickers. O lado ruim é o espiral que para mim atrapalha na hora de escrever e também é ruim o tamanho dele. Ele é muito pesado para carregar na bolsa de um lado para o outro. Para comprar o Erin Condren é só acessar esse site aqui. Já o Recollections só vende nos EUA e somente na Michaels =/

2- Happy Planner: esse é um dos meus favoritos. O diferencial dele são as argolas! É possível destacar as folhar que você quiser! Assim você pode planejar sem ter o espiral atrapalhando e ainda pode acrescentar qualquer coisa no planner (desde que você tenha o furador correto). O lado ruim continua sendo o tamanho. Ele também é grandinho. Mas eu uso esse planner para anotar as revisões do dia e ele fica em casa, então esse problema fica resolvido. Para comprar

3- A.Craft: Foi meu favorito por um tempo. Ele é um travelers notebook. É bem leve e como é você quem escolhe quais inserts colocar dentro ele acaba sendo prático e leve (já que você não precisa carregar todos os meses de uma vez só). O ruim é que ele tem um tamanho próprio de folha. Se ele tivesse tamanho padrão seria muito mais fácil encontrar outros inserts. Mas enfim, é uma opção nacional de TN (travelers notebook).

4- Kikki-k: É a marca clássica de planner argolado. Eu gosto bastante deste tipo de planner e usei por muito tempo (as vezes ainda uso). Ele tem um sistema bem simples de uso, é só abrir e fechar as argolas e pronto, sem mistérios. Fora que é bem fácil encontrar inserts para ele. Essa marca é gringa e voce encontra aqui. De marca nacional que venda esse modelo só conheço a Evertop.

5- Travelers Notebook: TNs são sem dúvida o meu favorito do momento. É o planner que eu uso no dia a dia. Ele tem vários tamanhos, desde A5 até micro! Eu gosto do tamanho padrão e do pocket. Nas ultimas semanas só tenho usado o pocket pois PARA MIM ele tem o tamanho perfeito para carregar para lá e para cá e ainda é bem fácil encontrar inserts para ele.

Concluindo, a minha dica é que você escolha um planner e tente se adaptar. Se não der certo você tenta outro e assim por diante até encontrar um que de certo para o seu estilo de vida.

Qualquer dúvida que você tiver pode me chamar. Você me encontra aqui:
IG @umdiaeuconsigo
E-mail: umdiaeuconsigo@hotmail.com
Site: www.umdiaeuconsigo.com.br

Super beijo,






Edital do Eduardo Gonçalves é bom?

Fala pessoal =)

O assunto de hoje é um dos mais pedidos no meu insta: o que eu acho do edital do Eduardo Gonçalves.

Vamos começar do começo né?

Quem é esse Eduardo Gonçalves que todo mundo fala? O Eduardo é atualmente Procurador da República, mas já passou em diversos concursos como AGU, Técnico Judiciário do TJ/PR, Analista do MPU, Procurador do Estado do Paraná entre muitos outros.

Ou seja, podemos confiar na metodologia dele concordam? Alguma coisa ele fez corretamente e que deu certo.

Se você quiser saber mais alguma coisa sobre ele dá uma olhada no site: http://www.eduardorgoncalves.com.br/

Bom, vamos falar então do edital?

O edital esquematizado dele serve como um roteiro para seus estudos. Ele basicamente destrincha as matérias e fala onde voce deve dar mais atenção e onde você pode estudar menos (estudar menos, e não deixar de estudar).

Um ponto legal do edital é que o Eduardo indica bibliografia! E ele ainda indica uma ordem de preferencia. Ótimo né?

Além disso ele também trata de um assunto um pouco polêmico: revisões. A revisão indicada por ele é a seguinte:
- A primeira revisão é no dia seguinte do dia do estudo
- A segunda revisão é 4 dias após o dia do estudo
- A terceira revisão é 15 dias após o dia do estudo.

EU, Carina, não sigo esse esquema. A minha revisão (assunto que será detalhado em outro post) é: 2 dias, 7 dias, 15 dias e 30 dias. Por que? Simplesmente porque minha memória é horrível! E eu preciso fazer revisões constantes para não esquecer do assunto.

Voltando ao edital. A forma de utilização dele vai depender de como está a preparação do aluno.
- Se ainda não há edital e a pessoa já possui uma base boa de estudo: 6 meses
- Preparação a longo prazo: 1 ano
- Reta Final - pós edital ou para quem está acertando mais de 70% em provas anteriores: 90 dias

O Eduardo ainda sugere um cronograma de estudos! Porém, o cronograma que ele indica é para alunos que não trabalham pois ele divide as matérias entre manhã, tarde e noite. E ele é dividido por ciclos, ou seja, você estuda primeiro determinadas matérias e apenas quando elas forem acabando você inclui outras (ciclo 2). Eu achei que no começo, quando ainda estava sem orientação, ele me ajudou bastante, mas agora eu faço eu mesma faço.

No cronograma ele ainda indica a quantidade de questões que você deve fazer, e trata da lei seca.

Fora isso, em cada dia de estudo ele detalha as matérias que devemos dar mais importâncias e as que podemos dar menos atenção. Eu acho isso SENSACIONAL! O motivo de eu ter comprado foi exatamente esse.

Quando começamos a estudar ainda não sabemos o que mais cai, quais artigos são mais cobrados e o que quase nunca aparece na prova. E o Eduardo detalha isso em TODOS os dias de estudo de TODAS as matérias!!


Como eu estudo?
Vamos falar sobre como EU uso o edital?
Na figura ao lado você consegue ter uma ideia. Eu não imprimi ele frente e verso para que eu pudesse usar a folha ao lado do conteudo sugerido como "resumo" deste assunto.

Coloquei entre "" porque não é o resumo tradicional... eu coloco em post-its as informações que eu costumo esquecer ou que são muitos importantes, e escrevo no papel o conteúdo do assunto. Como o espaço é pouco (pelo menos para mim rsrs) eu ainda coloco fichas ou mais folhas.

O que eu tento com os post its é colocar só a palavra principal do assunto. E se quando eu for revisão eu não lembrar eu escrevo um complemento.

Concluindo. Qual a minha opinião final? Vale a pena o investimento?  SEM DÚVIDA! Me ajudou e ainda ajuda muito! Especialmente para quem está começando agora e ainda tem muitas dúvidas desde bibliografia até como ler a lei seca.

Espero que eu tenha ajudado vocês! E qualquer dúvida podem me mandar mensagem no e-mail: umdiaeuconsigo@hotmail.com ou direct no insta @umdiaeuconsigo.

Super beijo,